Suas Notícias
ÍNDICE


COLUNISTAS
Jussara Gottlieb
Social
Cândido Ocampo
Auditoria no novo Código
Kátia Alves
Pragas urbanas
Wilson Santos
Trânsito Brasil
Marcelinho
Blog do Marcelinho
Pedro Marinho
Blog do Pedro Marinho
Katia Alves
Publicada em 08/03/2011 às 19h04
Perigo em ambiente climatizado

   É cada vez maior a preocupação com a qualidade do ar de ambientes climatizados artificialmente. Nas últimas décadas, a importância com a contaminação microbiológica, química e física tem sido enfatizada, por estar relacionada à saúde das pessoas expostas a esses ambientes.
     Na década de 30 surgiram os primeiros ambientes climatizados, onde temperatura e umidade do ar eram controladas, proporcionando conforto térmico para as pessoas que ali conviviam. Com a crise do petróleo e mudança dos materiais de construção ocorridos na década de 70, diminui-se o índice de renovação do ar, bem como o índice de umidade, pois para a redução da temperatura de um ambiente é necessária a evaporação da água presente. Com conseqüência direta temos diminuição da concentração de oxigênio; diminuição da umidade do ar e lesão de vias respiratórias, pele e mucosas constituindo um risco eminente na transmissão de microrganismos em áreas hospitalares, pois a renovação do ar se faz presente em percentuais igual ou inferior a 10%. No Brasil áreas hospitalares são separadas considerando a classificação proposta por Spaulding (BRASIL, MS, 1958) que considerou o potencial de risco para a ocorrência de infecção, agrupando-as em áreas não críticas, que não são ocupadas por pacientes, como escritórios e almoxarifado; áreas semi-críticas, aquelas ocupadas por pacientes que não exigem cuidados intensivos ou em isolamento, como as enfermarias e os ambulatórios; áreas críticas, aquelas que oferecem risco potencial para a infecção, sejam pelos procedimentos invasivos ou presença de pacientes imunocomprometidos ou ainda pelo risco ocupacional relacionado ao manuseio de substâncias infectantes. Exemplos: Centro Cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva, Unidades de Transplantes, entre outros. A contaminação de sistemas de ar condicionado está intrinsecamente relacionado ao risco de pacientes imunodeprimidos desenvolverem infecções. Surtos de endocardite e aspergilose foram associadas a contaminação de sistemas de ar condicionado e fluxos de ar laminar por Aspergillus sp. A Legionella sp, bactéria comumente relacionada a contaminação de sistemas de água, foi responsável por surtos de pneumonia graves, doenças febris benignas (Febre de Pontiac), pericardites, endocardites e abscessos de pele. Acinetobacter sp, Staphylococcus sp e vírus Norwalk foram associados a casos de infecção hospitalar, disseminado por ar condicionado.
     O Falecimento do Sr. Ministro Sérgio Motta, despertou discussão sobre o assunto, uma vez que se suspeitou de infecção generalizada induzida por microrganismos de risco à saúde, presentes no ar de seu gabinete. Alguns microrganismos patogênicos podem ser transmitidos pelo ar através de minúsculas gotículas ou partículas de poeiras que são invisíveis a olho nu. Os micróbios carreados pelas gotículas ou partículas de poeiras podem ser inalados por indivíduos saudáveis e causar infecções. Essas infecções transmitidas pelo ar podem ser causadas por bactérias, vírus ou fungos. Os microrganismos podem ser transmitidos através de humanos infectados ou a partir de fontes ambientais.
    
   A Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA (BRASIL, Anvisa 2000) cita que “para os ambientes climatizados de uso restrito, com exigência de filtros absolutos ou instalações especiais, tais como os que atendem a processos produtivos, instalações hospitalares e outros sejam aplicadas às normas e regulamentos específicos”. Em qualquer ambiente climatizado, a temperatura deverá variar de 23oC a 26oC no verão e 20oC a 22oC no inverno, com umidade variando de 40% a 65% e a taxa de renovação mínima de 27 m3/ hora/ pessoa. Os sistemas de ar condicionado podem albergar bactérias, vírus e fungos que são capazes de sobreviver em ambientes secos por longos períodos. Os principais microrganismos evidenciados como potencialmente causadores de infecção foram: Legionella pneumophila, Bacillus sp, Flavobacterium sp, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus, Mycobacterium tuberculosis, Neisseria meningitidis, Streptococcus pneumoniae, Actinomyces sp, Paracoccidioides sp, Aspergillus sp, Penicillium sp, Cladosporium sp, Fusarium sp, vírus da influenza e sincicial respiratório. A bandeja do sistema de ar condicionado foi indicada como principal fonte de multiplicação microbiana, por formar biofilme e desencadear a transmissão de doenças respiratória.
 
 
Kátia Alves da Silva é Bióloga Pós-Graduada em Gestão Ambiental
 

MAIS NOTÍCIAS
04/04/2014Doenças relacionadas às enchentes
01/04/2014Doenças relacionadas as enchentes - Kátia Alves
06/08/2013Pragas urbanas
01/04/2013Morcegos
12/09/2012Carbono
02/09/2012Dia do Biólogo
14/08/2012Sanguessugas
19/07/2012Baba de caracol
11/11/2011Leptospirose
14/10/2011Biossegurança
29/07/2011Árvore, carvalho
24/06/2011Efeito estufa
06/06/2011Meio ambiente
06/06/2011Meio ambiente
06/06/2011Meio ambiente
04/06/2011Libélula
19/05/2011Limão
13/05/2011Enfermeiro
25/04/2011As minhocas
13/04/2011Leptospirose
06/04/2011Cigarro, o vilão
23/03/2011De remédio a veneno
15/03/2011Aranha Caranguejeira
08/03/2011Perigo em ambiente climatizado
22/02/2011Biodiversidade ameaçada
15/02/2011Cimento e poluição
02/02/2011Chuva ácida
17/01/2011Chuvas e doenças
06/01/2011Sucuri
28/12/2010FcAwuDFeywqV
17/12/2010Aranha Caranguejeira
08/12/2010Chuva ácida
22/11/2010Os jovens e as drogas
11/11/2010Poluição dos rios
09/11/2010Ibama fiscaliza madeireira no distrito do Pacarana
03/11/2010Resíduo hospitalar
28/10/2010O Carrapato
20/10/2010Insuficiência renal e hemodiálise
13/10/2010Árvores do Brasil
04/10/2010Chuva ácida
23/09/2010Mosca
15/09/2010Plantas medicinais
08/09/2010Polinização
31/08/2010Profissão biólogo
25/08/2010Afogamento
20/08/2010Queimadas e poluição
10/08/2010Água de lastro
27/07/2010Desenvolvimento Sustentável
21/07/2010Samaúma
14/07/2010Cobra peçonhenta e não peçonhenta
07/07/2010Formigas (I)
07/07/2010Formigas (I)
29/06/2010A Cigarra
23/06/2010As vacinas
16/06/2010Formigas
16/06/2010Formigas
16/06/2010Formigas
07/06/2010Doença de Chagas
31/05/2010Ameaça à Amazônia
24/05/2010Afogamento
18/05/2010Urubu
05/05/2010Barata
05/05/2010Barata
22/04/2010Prática esportiva ou tortura?
15/04/2010Sapo, rã e perereca
05/04/2010AGROTÓXICOS


WWW.SUASNOTICIAS.COM.BR
© 2010 - Todos os direitos reservados a SUASNOTICIAS