Suas Notícias
ÍNDICE


COLUNISTAS
Jussara Gottlieb
Social
Cândido Ocampo
Auditoria no novo Código
Kátia Alves
Pragas urbanas
Wilson Santos
Trânsito Brasil
Marcelinho
Blog do Marcelinho
Pedro Marinho
Blog do Pedro Marinho
Candido Ocampo
Publicada em 26/03/2013 às 19h03
Escusa moral

 A relação jurídica que se forma entre médico e paciente, seja por contrato expresso ou tácito, além de ser regulada pelas disposições deste vínculo em particular, deve obedecer a toda uma ordem legal vigente.

 Nesta ordem normativa, com certeza o médico vai encontrar os direitos do paciente, onde dentre eles o mais importante é o de ser atendido com toda a atenção e diligência possíveis.

   Assim, o profissional, diante desta relação que se forma, deve direcionar ao paciente todos os seus conhecimentos científicos e disponibilizar todo o aparato tecnológico ao seu alcance, objetivando por termo ao mal que o aflige, não obstante o mesmo não estar obrigado a curá-lo, pois sua obrigação é de meio e não de resultado.

 Essa obrigação, no entanto, não é absoluta e nem ilimitada, pois em determinadas circunstâncias o médico não está obrigado a praticar atos que, apesar de legais, ofendam seus valores morais.

   Este é o entendimento extraído do inciso IX, do Capítulo II, do Código de Ética Médica, que dispõe ser direito do facultativo: “Recusar-se a realizar atos médicos que, embora permitidos por lei, sejam contrários aos ditames de sua consciência”.

 O dispositivo deontológico supra transcrito se refere a atos médicos permitidos em determinadas circunstancias, porém sem o caráter obrigatório e imperativo, como nos casos das urgências e emergências.

   Um dos exemplos mais significativos dessa hipótese é o do aborto “sentimental”, previsto no Código Penal brasileiro, que não pune o médico que o realiza se a gravidez resulta de estupro e o aborto é precedido de consentimento da gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal.

    Se esse procedimento é contrário aos princípios do profissional, ele pode recusar-se a realizá-lo.

 Não é demais reafirmar que esta prerrogativa jamais poderá ser invocada em casos onde a intervenção médica se mostra imprescindível e necessária.

     Nessas hipóteses (urgências e emergência), ao médico cabe atender o paciente, independente de suas convicções pessoais, sob pena de responder ética, civil e criminalmente por omissão.

 

Cândido Ocampo, advogado atuante no ramo do Direito Médico.

candidoofernandes@bol.com.br

MAIS NOTÍCIAS
22/10/2014Consulta ou retorno ? Cândido Ocampo
12/08/2014Seguradoras e seus formulários -Cândido Ocampo
06/05/2014Ofensa escusável
10/04/2014É ético prometer a cura ? Cândido Ocampo
11/03/2014O Código de Ética Médica e o consentimento continuado
13/02/2014A consulta e as operadores de planos de saúde
14/08/2013Auditoria no novo Código
26/07/2013Desagravo profissional
05/07/2013Jornada e produção médicas
21/06/2013Alta hospitalar
22/04/2013Diagnóstico preditivo no novo Código
26/03/2013Escusa moral
11/03/2013Hospital: hipoteca social
02/03/2013Biogenética
04/02/2013Disponibilidade obstétrica
28/01/2013Cardiologia intervencionista
28/01/2013Testamento vital (II)
21/01/2013Testamento vital (I)
11/01/2013Formulário de seguradoras
11/01/2013Formulário de seguradoras
15/06/2012Diagnóstico de anencefalia
12/05/2012Receita médica legível
05/05/2012Cota racial: a oficialização do preconceito
20/04/2012Ancenfalia: venceu a razão
13/04/2012Prazo para consulta
08/03/2012Proteção da medicina (II)
02/03/2012 Proteção da medicina (I)
24/02/2012Legista no interior
24/02/2012Legista no interior
10/02/2012Porque o plantão de sobreaviso
03/02/2012Plantão
16/12/2011O assistente e o plantonista à distância
02/12/2011Relação médico-paciente
25/11/2011Abortamento de anencéfalo
18/11/2011Estagiário de Medicina
11/11/2011Formulário de seguro
21/10/2011Biogenética
08/10/2011Requisições de prontuário
22/09/2011Nomeação de perito
29/08/2011Contradição federal
09/08/2011Consulta médica
09/08/2011Consulta médica
09/08/2011Consulta médica
15/04/2011Medicina alternativa
08/04/2011Cardiologia intervencionista
01/04/2011Prescrição de órteses e próteses
25/03/2011Lentes de contato
18/03/2011Médico perito
12/03/2011Obrigação e resultado
08/03/2011Perda de uma chance
25/02/2011Atendimento pré-hospitalar
18/02/2011Transporte inter-hospitalar
11/02/2011Retorno de consulta
19/12/2010Infecção hospitalar
11/12/2010Consentimento continuado
03/12/2010Medicina preventiva
26/11/2010Erro profissional
19/11/2010Renúncia à assistência
16/11/2010Natureza obrigacional do anestesiologista
05/11/2010Autonomia do anestesiologista
29/10/2010Perda de uma chance
24/10/2010Interiorização da medicina
15/10/2010Honorários médicos
08/10/2010Diretoria técnica e clínica
24/09/2010Telemedicina
20/09/2010CRF realiza encontro de sucesso em Ariquemes
16/09/2010Desagravo público
11/09/2010Curso sobre prevenção às drogas será em outubro
10/09/2010Caução Hospitalar
03/09/2010Ato médico
28/08/2010Produção médica
16/08/2010Teoria do risco
06/08/2010Medicina preditiva
22/07/2010VEJA O QUE ACONTECE HOJE NAS NOVELAS
07/07/2010Formigas (I)
01/07/2010Espionagem usa técnica avançada para enviar mensagem
26/04/2010Fraco Ibope de Gugu causa crise na Record
05/04/2010Pronto socorro e Pronto Atendimento


WWW.SUASNOTICIAS.COM.BR
© 2010 - Todos os direitos reservados a SUASNOTICIAS