Suas Notícias
ÍNDICE


COLUNISTAS
Jussara Gottlieb
Social
Cândido Ocampo
Auditoria no novo Código
Kátia Alves
Pragas urbanas
Wilson Santos
Trânsito Brasil
Marcelinho
Blog do Marcelinho
Pedro Marinho
Blog do Pedro Marinho
Katia Alves
Publicada em 23/06/2010 às 10h38
As vacinas

                    Afirma-se com freqüência que qualquer previsão do futuro está sempre sujeita a erros e que é muito mais fácil prever o passado. Contudo, acho que certas tendências no campo do desenvolvimento de vacinas podem ser um sucesso no longo e curto prazos. As vacinas estão entre as frentes de pesquisa mais promissoras da medicina. A proteção proporcionada por elas mudou o curso das doenças. Graças às imunizações, a varíola foi erradicada mundialmente em 1980 e o Brasil não registra um só caso de poliomielite desde 1989. As vacinas servem tanto para o tratamento quanto para a prevenção de doenças. O princípio é o mesmo: fortalecer o sistema imunológico. Quando usadas de maneira preventiva, elas preparam as defesas do organismo para que reajam ao ataque de um agente infeccioso. Se utilizadas de forma terapêutica, as vacinas têm por objetivo estimular a imunidade orgânica e assim controlar ou debelar uma doença.
                   Nos últimos vinte anos, a tecnologia envolvida na confecção das vacinas foi aprimorada. Dessa forma, as imunizações ficaram mais eficazes e seguras. Além disso, graças aos avanços na biologia molecular, hoje já se experimentam vacinas para males contra os quais até pouco tempo atrás havia pouco ou nada a fazer, como é o caso do rotavírus e do HPV. A vacina é uma substância derivada, ou quimicamente semelhante, a um agente infeccioso particular, causador de doença. Esta substância é reconhecida pelo sistema imunológico do indivíduo vacinado e suscita da parte deste uma resposta que o preteje de uma doença associada ao agente. A vacina, portanto, induz o sistema imunológico a reagir como se tivesse realmente sido infectado pelo agente.
A primeira resposta do sistema imunológico, quer a uma vacina, quer ao agente infeccioso, é em geral lenta e inespecífica. Porém, o fato de o agente não existir na vacina com capacidade para se multiplicar rapidamente e causar doença, dá ao sistema imunológico tempo precioso para preparar uma resposta específica e memorizá-la. No futuro, caso o vacinado seja realmente infectado, o sistema imunológico responderá com rapidez e eficácia suficiente para protegê-lo da doença.
Apesar de esta descrição ser válida, em termos gerais, a reação individual a uma vacina depende sempre dos antecedentes de estimulação do sistema imunológico do indivíduo vacinado, da genética subjacente às características do sistema imunológico, e do seu estado geral de saúde.
                   De um modo geral, as vacinas produzidas nos países desenvolvidos são cada vez mais seguras. A fabricação de vacinas respeita normas internacionais que dão garantia de segurança e boa tolerância.
                  A capacidade protetora das vacinas é objeto de estudo antes destas serem colocadas no mercado. A vacina é experimentada num grupo de animais não-humanos susceptíveis ao agente infeccioso e o seu efeito protetor é estudado, por comparação com um grupo de animais não vacinados, quando os dois grupos são expostos ao agente. Este tipo de estudos permite averiguar a dose mínima capaz de induzir proteção e de normalizar a composição da vacina. Numa fase mais avançada, a vacina é também experimentada em voluntários humanos. Investiga-se a resposta imune (anticorpos produzidos e sua titulação) e as variações individuais na resposta à vacina.
                A eficácia duma vacina depende desta ser corretamente transportada, armazenada e administrada. Por exemplo, devem ser respeitados os prazos de validade elas devem ser transportadas e armazenadas em geral entre 0 e 8ºC, usando malas isotérmicas e frigoríficos. Devem também ser protegidas da luz solar.  A maior parte das vacinas requer a administração de várias doses, para obter uma resposta imunológica adequada, devendo respeitar-se o esquema vacinal recomendado. Quando tal não se verificar, há recomendações que se devem seguir, relativamente ao intervalo de tempo decorrido entre as doses de imunização primária e entre as doses de reforço.
 
Kátia Alves da Silva, Bióloga
Pós-Graduada em Gestão Ambiental
 

MAIS NOTÍCIAS
04/04/2014Doenças relacionadas às enchentes
01/04/2014Doenças relacionadas as enchentes - Kátia Alves
06/08/2013Pragas urbanas
01/04/2013Morcegos
12/09/2012Carbono
02/09/2012Dia do Biólogo
14/08/2012Sanguessugas
19/07/2012Baba de caracol
11/11/2011Leptospirose
14/10/2011Biossegurança
29/07/2011Árvore, carvalho
24/06/2011Efeito estufa
06/06/2011Meio ambiente
06/06/2011Meio ambiente
06/06/2011Meio ambiente
04/06/2011Libélula
19/05/2011Limão
13/05/2011Enfermeiro
25/04/2011As minhocas
13/04/2011Leptospirose
06/04/2011Cigarro, o vilão
23/03/2011De remédio a veneno
15/03/2011Aranha Caranguejeira
08/03/2011Perigo em ambiente climatizado
22/02/2011Biodiversidade ameaçada
15/02/2011Cimento e poluição
02/02/2011Chuva ácida
17/01/2011Chuvas e doenças
06/01/2011Sucuri
28/12/2010FcAwuDFeywqV
17/12/2010Aranha Caranguejeira
08/12/2010Chuva ácida
22/11/2010Os jovens e as drogas
11/11/2010Poluição dos rios
09/11/2010Ibama fiscaliza madeireira no distrito do Pacarana
03/11/2010Resíduo hospitalar
28/10/2010O Carrapato
20/10/2010Insuficiência renal e hemodiálise
13/10/2010Árvores do Brasil
04/10/2010Chuva ácida
23/09/2010Mosca
15/09/2010Plantas medicinais
08/09/2010Polinização
31/08/2010Profissão biólogo
25/08/2010Afogamento
20/08/2010Queimadas e poluição
10/08/2010Água de lastro
27/07/2010Desenvolvimento Sustentável
21/07/2010Samaúma
14/07/2010Cobra peçonhenta e não peçonhenta
07/07/2010Formigas (I)
07/07/2010Formigas (I)
29/06/2010A Cigarra
23/06/2010As vacinas
16/06/2010Formigas
16/06/2010Formigas
16/06/2010Formigas
07/06/2010Doença de Chagas
31/05/2010Ameaça à Amazônia
24/05/2010Afogamento
18/05/2010Urubu
05/05/2010Barata
05/05/2010Barata
22/04/2010Prática esportiva ou tortura?
15/04/2010Sapo, rã e perereca
05/04/2010AGROTÓXICOS


WWW.SUASNOTICIAS.COM.BR
© 2010 - Todos os direitos reservados a SUASNOTICIAS