Suas Notícias
ÍNDICE


COLUNISTAS
Jussara Gottlieb
Social
Cândido Ocampo
Auditoria no novo Código
Kátia Alves
Pragas urbanas
Wilson Santos
Trânsito Brasil
Marcelinho
Blog do Marcelinho
Pedro Marinho
Blog do Pedro Marinho
Candido Ocampo
Publicada em 19/12/2010 às 16h58
Infecção hospitalar

As ciências médicas reconhecem como infecção hospitalar toda e qualquer infecção adquirida no ambiente nosocomial que se manifeste durante a internação ou após a alta do paciente. Algumas infecções podem ser reconhecidas como hospitalares mesmo após um ano da alta, como é o caso das infecções de sítios cirúrgicos (mais comuns) com implantação de material protético. Na Microbiologia não há mais discussão a cerca da impossibilidade científica de se impedir por completo as infecções ambientais, mesmo que o hospital tome todos os cuidados profiláticos de assepsia recomendados pelas normas e padrões internacionais. O máximo que se pode alcançar é uma diminuição de sua incidência, dependendo do grau de zelo da instituição com seu meio ambiente e da clínica do paciente, pois condições intrínsecas relacionadas a este, tais como: tipo e gravidade da doença de base; condição nutricional; idade; uso de drogas imunossupressoras, dentre outras, podem contribuir sobremaneira para a instalação da infecção. Aliás, grande parte das infecções nosocomiais são provocadas pela própria flora bacteriana do paciente (hospedeiro), que ao diminuir sua defesa imunológica em razão da doença, potencializa a patogenicidade do parasita. Inobstante a impossibilidade material de se evitar por completo as infecções ambientais, os tribunais brasileiros, lançando mão da teoria da responsabilidade objetiva, entendem que deve o hospital responder pelos danos causados em razão de sua incidência independentemente de culpa, pois segundo este critério a infecção hospitalar representa “verdadeiro risco do negócio”. É a aplicação generalizada da teoria pura do risco. Nos parece totalmente equivocado tal entendimento. A uma, porque em ambientes hospitalares não se realizam “negócios”, e sim serviços de assistência à saúde de alto relevo humanitário, em que as variantes científicas se revelam oceanicamente mais complexas que as apresentadas em uma loja de eletrodoméstico. A duas, porque a natureza ontológica do hospital não é o lucro, como num estabelecimento mercantil comum, que ao precificar seus ganhos leva em conta o risco do negócio. Portanto, a adoção da teoria da responsabilidade sem culpa, mormente em casos de infecção ambiental, colocando o hospital na cambulhada dos estabelecimentos comerciais destinados exclusivamente ao lucro, assim como a pessoa do paciente apenas como consumidor, não nos parece a mais acertada. Não há dúvida que o Código de Defesa do Consumidor tem como objetivo principal assegurar saúde, segurança e qualidade de vida a todos. No entanto, tais objetivos não podem ser levados a cabo se ferem os princípios da boa fé e do equilíbrio nas relações contratuais, desestimulando investimentos e empreendimentos na área de saúde com decisões judiciais excessivas e injustas, em desarmonia com a realidade econômica, social e cultural, o que pode desaguar, paradoxalmente, com a impossibilidade de se implementar os objetivos do próprio código consumerista. As decisões judiciais não podem levar em consideração apenas o aspecto dogmático, mas todo o contexto econômico e social a que estão inseridas, sob pena de se cometer a pior das injustiças: a estatal.

Cândido Ocampo, advogado atuante no ramo do Direito Médico. candidoofernandes@bol.com.br

MAIS NOTÍCIAS
22/10/2014Consulta ou retorno ? Cândido Ocampo
12/08/2014Seguradoras e seus formulários -Cândido Ocampo
06/05/2014Ofensa escusável
10/04/2014É ético prometer a cura ? Cândido Ocampo
11/03/2014O Código de Ética Médica e o consentimento continuado
13/02/2014A consulta e as operadores de planos de saúde
14/08/2013Auditoria no novo Código
26/07/2013Desagravo profissional
05/07/2013Jornada e produção médicas
21/06/2013Alta hospitalar
22/04/2013Diagnóstico preditivo no novo Código
26/03/2013Escusa moral
11/03/2013Hospital: hipoteca social
02/03/2013Biogenética
04/02/2013Disponibilidade obstétrica
28/01/2013Cardiologia intervencionista
28/01/2013Testamento vital (II)
21/01/2013Testamento vital (I)
11/01/2013Formulário de seguradoras
11/01/2013Formulário de seguradoras
15/06/2012Diagnóstico de anencefalia
12/05/2012Receita médica legível
05/05/2012Cota racial: a oficialização do preconceito
20/04/2012Ancenfalia: venceu a razão
13/04/2012Prazo para consulta
08/03/2012Proteção da medicina (II)
02/03/2012 Proteção da medicina (I)
24/02/2012Legista no interior
24/02/2012Legista no interior
10/02/2012Porque o plantão de sobreaviso
03/02/2012Plantão
16/12/2011O assistente e o plantonista à distância
02/12/2011Relação médico-paciente
25/11/2011Abortamento de anencéfalo
18/11/2011Estagiário de Medicina
11/11/2011Formulário de seguro
21/10/2011Biogenética
08/10/2011Requisições de prontuário
22/09/2011Nomeação de perito
29/08/2011Contradição federal
09/08/2011Consulta médica
09/08/2011Consulta médica
09/08/2011Consulta médica
15/04/2011Medicina alternativa
08/04/2011Cardiologia intervencionista
01/04/2011Prescrição de órteses e próteses
25/03/2011Lentes de contato
18/03/2011Médico perito
12/03/2011Obrigação e resultado
08/03/2011Perda de uma chance
25/02/2011Atendimento pré-hospitalar
18/02/2011Transporte inter-hospitalar
11/02/2011Retorno de consulta
19/12/2010Infecção hospitalar
11/12/2010Consentimento continuado
03/12/2010Medicina preventiva
26/11/2010Erro profissional
19/11/2010Renúncia à assistência
16/11/2010Natureza obrigacional do anestesiologista
05/11/2010Autonomia do anestesiologista
29/10/2010Perda de uma chance
24/10/2010Interiorização da medicina
15/10/2010Honorários médicos
08/10/2010Diretoria técnica e clínica
24/09/2010Telemedicina
20/09/2010CRF realiza encontro de sucesso em Ariquemes
16/09/2010Desagravo público
11/09/2010Curso sobre prevenção às drogas será em outubro
10/09/2010Caução Hospitalar
03/09/2010Ato médico
28/08/2010Produção médica
16/08/2010Teoria do risco
06/08/2010Medicina preditiva
22/07/2010VEJA O QUE ACONTECE HOJE NAS NOVELAS
07/07/2010Formigas (I)
01/07/2010Espionagem usa técnica avançada para enviar mensagem
26/04/2010Fraco Ibope de Gugu causa crise na Record
05/04/2010Pronto socorro e Pronto Atendimento


WWW.SUASNOTICIAS.COM.BR
© 2010 - Todos os direitos reservados a SUASNOTICIAS