Suas Notícias
ÍNDICE


COLUNISTAS
Jussara Gottlieb
Social
Cândido Ocampo
Auditoria no novo Código
Kátia Alves
Pragas urbanas
Wilson Santos
Trânsito Brasil
Marcelinho
Blog do Marcelinho
Pedro Marinho
Blog do Pedro Marinho
Katia Alves
Publicada em 06/01/2011 às 18h31
Sucuri

O nome réptil vem do latim reptare, rastejar. De fato a característica mais comum dos répteis é a locomoção por meio do rastejamento, roçando o ventre no solo. Os Répteis evoluíram dos anfíbios a aproximadamente 350 milhões de anos, mas os primeiros Répteis surgiram há 320 milhões de anos. A partir desses Répteis, surgiram os répteis atuais, as aves e os mamíferos. Devido a algumas características como pele seca e cornica, e ovos amnióticos que permitiram a reprodução fora d’água, os Répteis foram os primeiros vertebrados a conquistar o ambiente terrestre.
      Sucuri, também conhecidas como anacondas, as sucuris (Eunectes spp.) estão entre as maiores cobras do mundo e ficam em primeiro lugar no continente americano nesse quesito. Seu tamanho só é ultrapassado pela sua prima asiática, a píton reticulada (Python reticulatus), conhecida como comedora de macacos.
      Há inúmeras lendas arrepiantes sobre sucuris devoradoras de gente. As sucuris fazem parte da grande família Boidae, que agrupa todas as serpentes constritoras, aquelas que apertam as presas até sufocá-las. Existem quatros espécies de sucuris: sucuri verde (eunectes murinus),vive na Amazônia e nos alagados dos serrados  sucuri amarela, vivem no pantanal (Eunecters notaeus), sucuri pintada (Eunectes deschauenseei) vive na ilha de Marajó e sucuri boliviana (Eunectes beniensis), encontrada na Bolívia. As duas primeiras são as mais conhecidas. A Eunectes murinus é a maior serpente do continente americano os machos atingir 4,5 metros as fêmeas pode atingir até 10 m de comprimento, mas isso é raro. Quem atinge essa medida com mais freqüência é sua irmã do Sudeste Asiático, a Python reticulatus. Entretanto, a sucuri é maior em diâmetro, sem dentes inoculadores de veneno. Mas a mordida poderosa atordoa a presa, que é rapidamente envolvida pelo corpo forte e robusto da serpente.
        Essas cobras enormes vivem próximas a rios e lagos
 são ovovivípara, isto é, os filhotes eclodem seu ovos no interior da barriga da mãe, a sucuri gesta seus filhotes por aproximadamente 240 dias, sendo que, geralmente, têm de 10 a 70 filhotes por cria, que nascem no começo da estação das chuvas. As pequenas serpentes que nascem com 45 centímetros, são vítimas de diversos predadores, poucas sobrevivem e chega à idade adulta, seu tempo de vida é em torno de 30 anos em cativeiro sua época de acasalamento ocorrem no mês de abril é maio. Possuem hábito semi-aquático e, apesar de lentas na terra, são muito ágeis dentro d'água. A prova disso está no nome do gênero Eunectes, que significa "boa nadadora". Geralmente elas se enrolam ao redor da presa que é levada para a água, onde morre por afogamento. O "abraço" forte das sucuris também pode matar suas vítimas por asfixia cada vez que a presa expira, a serpente aperta mais até impedir a respiração por completo.
     Embora relatos populares afirmem que a sucuri verde é capaz de engolir um boi, os bezerros é que são suas vítimas. No cardápio das Eunectes spp. encontram-se ainda capivaras, veados, peixes, tartarugas e jacarés. . Há casos de canibalismo (quando o animal devora outro da própria espécie) devido a longos períodos de fome.
       Os predadores naturais das sucuris são jacarés maiores, onças-pintadas e quando estão feridas, viram almoço de piranhas.
      O ser humano temem as sucuris. Mais é o maior responsável pela morte desses répteis. Inúmeras sucuris são mortas, não só pelo medo mais sim pela ganância. Sua pele é valiosa no exterior e é utilizada pela confecção de vestimentas e acessórios (pastas, bolsas etc..). Além de servir de enfeite para muitas paredes estrangeiras. Por essa e por outras, a sucuri verde já foi classificada como espécie em risco de extinção. Tão pouco se sabe sobre essas serpentes e elas já correm o risco de sumir do mapa. No final da contas, esses répteis gigantes não são páreo para o ser humano.  
 
 
             * Kátia Alves da Silva é Bióloga Pós-Graduada em Gestão Ambiental  


 

MAIS NOTÍCIAS
04/04/2014Doenças relacionadas às enchentes
01/04/2014Doenças relacionadas as enchentes - Kátia Alves
06/08/2013Pragas urbanas
01/04/2013Morcegos
12/09/2012Carbono
02/09/2012Dia do Biólogo
14/08/2012Sanguessugas
19/07/2012Baba de caracol
11/11/2011Leptospirose
14/10/2011Biossegurança
29/07/2011Árvore, carvalho
24/06/2011Efeito estufa
06/06/2011Meio ambiente
06/06/2011Meio ambiente
06/06/2011Meio ambiente
04/06/2011Libélula
19/05/2011Limão
13/05/2011Enfermeiro
25/04/2011As minhocas
13/04/2011Leptospirose
06/04/2011Cigarro, o vilão
23/03/2011De remédio a veneno
15/03/2011Aranha Caranguejeira
08/03/2011Perigo em ambiente climatizado
22/02/2011Biodiversidade ameaçada
15/02/2011Cimento e poluição
02/02/2011Chuva ácida
17/01/2011Chuvas e doenças
06/01/2011Sucuri
28/12/2010FcAwuDFeywqV
17/12/2010Aranha Caranguejeira
08/12/2010Chuva ácida
22/11/2010Os jovens e as drogas
11/11/2010Poluição dos rios
09/11/2010Ibama fiscaliza madeireira no distrito do Pacarana
03/11/2010Resíduo hospitalar
28/10/2010O Carrapato
20/10/2010Insuficiência renal e hemodiálise
13/10/2010Árvores do Brasil
04/10/2010Chuva ácida
23/09/2010Mosca
15/09/2010Plantas medicinais
08/09/2010Polinização
31/08/2010Profissão biólogo
25/08/2010Afogamento
20/08/2010Queimadas e poluição
10/08/2010Água de lastro
27/07/2010Desenvolvimento Sustentável
21/07/2010Samaúma
14/07/2010Cobra peçonhenta e não peçonhenta
07/07/2010Formigas (I)
07/07/2010Formigas (I)
29/06/2010A Cigarra
23/06/2010As vacinas
16/06/2010Formigas
16/06/2010Formigas
16/06/2010Formigas
07/06/2010Doença de Chagas
31/05/2010Ameaça à Amazônia
24/05/2010Afogamento
18/05/2010Urubu
05/05/2010Barata
05/05/2010Barata
22/04/2010Prática esportiva ou tortura?
15/04/2010Sapo, rã e perereca
05/04/2010AGROTÓXICOS


WWW.SUASNOTICIAS.COM.BR
© 2010 - Todos os direitos reservados a SUASNOTICIAS